A voz da natureza
Consultor ambiental: entenda como precificar o trabalho

Consultor ambiental: entenda como precificar o trabalho

Está sem tempo para ler? Então ouça a matéria aqui


 

A profissão de consultor ambiental pode ser exercida de forma autônoma ou por meio de um emprego em empresa pública ou privada. No entanto, para que você entenda como precificar o trabalho de consultor ambiental como profissional autônomo, preparamos este post.

Nele, vamos mostrar algumas sugestões que vão ajudá-lo a elaborar o melhor valor para o seu serviço. Ficou curioso para aprendê-las? Então, vamos lá!

Conheça os diferentes tipos de precificação

Por custo

Esse tipo de precificação analisa os custos fixos variáveis atrelados à consultoria e se coloca uma margem de lucro em cima. Em seguida, ignora a percepção do cliente. Por exemplo: se eu tenho 10 mil de custo e quero ganhar 2 mil de lucro no final do mês, defino que o preço é R$ 12 mil.

Por valor

Quando você faz a precificação por valor, o preço é gerado a partir da percepção de valor do cliente. Uma mesma consultoria ambiental pode custar R$1.000 ou R$ 50.000,00, depende de quem a oferece e de como o cliente percebe esse consultor ou essa consultoria.

Por variável

Nesse tipo de variável, identifica-se um benefício da consultoria e se cobra a partir dele. Um caso conhecido é a redução de custos de uma empresa. Quanto mais o custo é reduzido, maior o preço pago pela empresa. Outro exemplo é o de metas. Caso uma meta de receitas seja alcançada, é pago um bônus.

Por colaborativa

O preço é alcançado com a ajuda dos clientes. Apesar de não ser comum, há consultores que deixam o valor da sua hora em aberto para que o cliente chegue a um valor de interesse mútuo.

Por custos operacionais

O valor de cada consultoria também pode variar com os custos operacionais de cada empresa. Uma empresa maior, com escritório maior, tem custos maiores e seu valor final deve ser maior.

Por custos logísticos

Para precificar o seu serviço, você também deve levar em conta os custos logísticos e a depreciação dos equipamentos próprios utilizados na consultoria, como carros e outros equipamentos específicos. Tudo isso deve ser colocado no papel antes de você fechar seu orçamento como consultor ambiental.

2. Levante informações sobre o cliente

Quando um cliente procurar por seus serviços, levante as informações sobre ele e crie um documento com as informações mais relevantes. Você pode ter essas informações por meio do site da empresa, das redes sociais, de buscas no Google e, quando tiver a oportunidade, conversar com o cliente.

Também dá para fazer o primeiro contato por telefone, por Skype ou presencialmente. No entanto, independente de como conversar com seu cliente, identifique as principais dores e onde você pode ajudar ele de fato.

3. Veja a complexidade do serviço

Outro passo importante é você ver a complexidade do projeto. Veja qual é o trabalho que precisa ser executado, calcule os riscos, as horas que você vai dedicar aquela tarefa e o tempo que você precisa para realizá-la. Tudo isso deve ser pensado antes de você precificar seu trabalho de consultor ambiental.

4. Defina o escopo do projeto

Essa é uma dica muito importante. A partir das informações levantadas sobre o seu cliente, é possível definir que tipo de projeto você vai oferecer. Então, pense nos seguintes itens:

Escopo

Vai ser entregue para o cliente no final do projeto. Pode ser em um documento, por meio da implantação de uma planilha ou em um software.

Etapas

Defina em quantas etapas o projeto será dividido e veja de qual maneira você irá fazê-lo.

Riscos

Pense nos problemas que podem ocorrer ao longo do projeto acarretando em atraso ou perda de qualidade da consultoria.

5. Levante os custos

Agora você pode analisar os custos que existem para cada etapa ou que são inerentes ao projeto. Para cada tipo de consultoria, podem existir custos específicos. Um exemplo disso seria uma consultoria que você realiza em outro estado. Um gasto exclusivo desse projeto são os de transporte, alimentação e hospedagem. No caso de consultorias ambientais, o custo das licenças deverão entrar nessa planilha. Da mesma forma que a mão de obra terceirizada para projetos de consultoria específicos entram como custos diretos e assim por diante.

6. Use planilhas

Você pode usar planilhas de precificação de projetos. Esse tipo de planilha é ideal para quem vende projetos, possui todas as melhores práticas de precificação e permite separar os custos por etapa e também uma alocação de horas detalhadas.

Agora que você já sabe como precificar o trabalho do consultor ambiental, poderá oferecer seus serviços com mais tranquilidade, não é verdade? Coloque nossas sugestões em prática e firme bons negócios!

Quer aprender mais sobre a área ambiental? Participe do 1º Congresso de Consultoria Ambiental (CONCA)!

Compartilhe com seus amigos esse post

Este post tem um comentário

  1. Uma fórmula: Valor do Serviço(100%) = Custo Direto + %Contribuição para Despesas Fixas + %Custo Fixo (Impostos) + %Margem de Lucro Desejável. Abraço! Pela profissionalização do nosso setor!

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Combo 1
Sem prêmio
Melhor sorte na próxima
Combo 2
Passou perto
Sem prêmio
Combo 3
Está sem sorte
Hoje é seu dia de ganhar um prêmio especial!
Digite seu melhor e-mail e gire a roleta. Esta é sua chance de ganhar WALLPAPERS INCRÍVEIS!
Nossas regras internas:
  • Um jogo por usuário
  • Cheaters serão desqualificados.
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com